institucional-icon1

O Arquivo Público Estadual foi criado em 4 de dezembro de 1945, sob a atmosfera de efervescência e a esperança do pós-guerra, por José Neves Filho, então desembargador de Pernambuco.

institucional-icon2

A sua missão era preservar documentos produzidos pelo Poder Público e outros itens que ajudassem a contar um pouco da nossa história, dali por diante, para as próximas gerações.

institucional-icon3

Em 1972, passou a se chamar Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano, em homenagem ao seu primeiro diretor, que passou 27 anos à frente da Instituição.

O Arquivo Público funcionou no Palácio do Governo até 1975, quando, em busca de um espaço físico maior e mais adequado, foi transferido para a atual sede, na Rua do Imperador.

O prédio, que abrigava na época a Biblioteca Pública Estadual, já havia sido utilizado para outros ns. Nele, cou o preso Frei Caneca, por sua participação na Confederação do Equador.

O Arquivo Público guarda parte importante da história de Pernambuco em documentos, mapas, leis, jornais, livros e manuscritos preservados para garantir um futuro ao nosso passado. O acervo do Arquivo Público Estadual está em contínua expansão. E, para tornar o seu valioso conteúdo cada vez mais acessível, é preciso se manter em constante modernização.

Para se adaptar a um mundo em que a informação é compartilhada cada vez mais rápido, o Arquivo Público investe em inovação, buscando sempre novas tecnologias e capacitando a sua equipe.

Preservar as fontes e os fatos importantes da nossa história é essencial para a compreensão do mundo no qual vivemos. E fundamental para a construção do mundo que queremos amanhã.